(27) 3320-5050 | sac@lojasblink.com.br |   Seg. a Sex. 08:00 às 18:00

Uniformes hospitalares | Importância e cuidados na utilização

por | abr 21, 2020

Importância e cuidados na utilização de uniformes hospitalares

Os uniformes hospitalares estão a todo momento em contato com bactérias, que segundo a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) cerca de 106 e 108 bactérias a cada 100 cm de tecido.

Diante de tal dado, é imprescindível que se tenham cuidados especiais no manuseio e limpeza do uniforme hospitalar para evitar grandes contaminações de vírus, bactérias e impurezas presentes no cotidiano, seja por parte dos pacientes como dos próprios profissionais.

Os uniformes hospitalares são obrigatórios de uso nos ambientes de atendimento médico – consultórios, ambulatórios, enfermarias e centro cirúrgicos. Eles são, inclusive, considerados como Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

É uma medida de preservação da higiene na relação do profissional com os pacientes e acompanhantes. Funcionam como uma barreira de proteção contra incidentes e acidentes, protegem a pele do profissional da exposição a vários riscos, como derramamento de material infectado, contato com sangue e fluidos corpóreos.

Existe uma padronização de dimensões dos uniformes: eles devem ter mangas longas, comprimento até as pernas acima dos joelhos, cobrir braços, dorso e costas completamente.

Cuidados necessários com os uniformes hospitalares

O primeiro cuidado que jamais pode ser esquecido é não usar jalecos e outros tipos de uniformes hospitalares fora do ambiente de trabalho. Ou seja, assim que os profissionais da saúde sair do hospital, seja para almoçar, jantar ou ir embora para casa, devem retirar todo o traje e deixá-lo.

Isso porque, os maiores riscos para os pacientes são a contaminação cruzada e as infecções hospitalares causadas por agentes externos e que podem ser trazidos da rua e restaurantes frequentados pelos profissionais.

Além disso, durante o horário de trabalho é preciso estar com o uniforme hospitalar devidamente fechado, evitar colocar objetos no bolso do traje, já que também podem ser vetores de contaminação. E ainda utilizar todos os outros itens de proteção individual, como luvas e máscaras.

Ao transportar o uniforme hospital, sempre precisam estarem embalados em saco com zíper, de maneira que evite a contaminação durante o caminho. A lavagem deve ser feita diariamente e sem contato com outras peças. É preciso ainda esterilizá-las em solução de hipoclorito, antes mesmo de fazer a lavagem, por cerca de uma hora. Depois deste procedimento pode ser feita a lavagem normal.

Pode ser adicionado alvejante para a roupa voltar ao tom normal, já que o hipoclorito pode tornar as peças amareladas. Depois de seca, as peças devem ser embaladas no saco com zíper novamente para o transporte.

Geralmente, a grande maioria dos hospitais realizam a lavagem em empresas especializadas e certificadas pela ANVISA, onde obedecem a todas as regras no processo de limpeza do uniforme hospitalar.

Elas se encarregam de todas as etapas necessárias, tais como: retirada da roupa suja da unidade geradora e seu acondicionamento; coleta e transporte da roupa suja até a unidade de processamento; recebimento, pesagem, separação e classificação da roupa suja; centrifugação; secagem, calandragem ou prensagem ou passadoria da roupa limpa; separação, dobra, embalagem da roupa limpa e armazenamento, transporte e distribuição da roupa limpa.

Dicas na hora de passar o uniforme hospitalar

  • O ferro deve ser mantido sempre em temperatura média, levando em conta o tipo de tecido a ser passado;
  • A ideia é se ter sempre uma temperatura um pouco abaixo da marcação do ferro em relação ao tipo de tecido.
  • Tecido escuro: Levando o mesmo conceito da dica acima, devem-se passar as roupas com tecidos de tonalidades escuras e brilhantes do lado avesso, onde aparece a malha de fios.
  • Passar do outro lado sem riscos de deixar a cor opaca, ou até mesmo causar danos como nos tecidos de tactel e a base de nylon.

Onde comprar uniformes hospitalares

Além da questão da segurança, os uniformes hospitalares transmitem credibilidade, profissionalismo e segurança. Sem contar que a padronização das roupas gera marketing espontâneo e as cores claras transmitem a imagem de higiene.

Os pacientes devem se sentir cuidados e protegidos pelos profissionais da saúde e a imagem faz parte desse processo. Por isso, a questão de manutenção e personalização do uniforme também faz a diferença.  A Blink Jeans conta com diversos modelos de uniformes para hospital, confeccionados com tecidos de qualidade.

Outras Postagens